segunda-feira, 26 de maio de 2014

Rádio Nostalgia #1 - Björk - Hyperballad

Como é bom lembrar dos velhos tempos...



Demorei anos (mesmo, mais de 10) para encontrar mais uma peça da colcha de retalhos que é a trilha sonora da minha vida... Pensa numa pessoa feliz!!!!

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Rachmaninov - Etude-Tableau in D minor, Op.33 Nº 4

Esta aí uma das coisas mais belas que eu já ouvi... 

Sergei Vasilievich Rachmaninoff foi um compositor, pianista e maestro russo, nascido em 01º de abril de 1873 na cidade de Semyonovo, noroeste russo, que - por puro merecimento - entrou para a galeria dos últimos grandes expoentes do estilo romântico da música clássica europeia.

Para os pianistas, tocar as obras de Rachmaninoff é uma verdadeira odisseia. Com trejeitos únicos e mãos enormes capazes de executar movimentos que muitos nem conseguem imaginar, suas composições fizeram história e admiradores pelo largo das décadas.

Sua vida foi a música, uma amiga devotada, uma amante inseparável... tanto é assim, que reza a lenda que nos momentos finais antes de sua morte, em 20 de março de 1943, Rachmaninoff insistia em afirmar que podia ouvir música tocando em algum lugar por perto, enquanto os presentes lhe asseguravam que não era o caso. Convencido, por fim ele declarou: "então a música está na minha cabeça!". E devia mesmo estar, pois após uma vida dedicada à música, não seria justo ser por ela abandonado logo em seu leito de morte.

Agora, imagine-se em um dia qualquer da sua vida, em uma viagem qualquer, satisfeito da vida... de repente, não mais que de repente, você acaba entrando - por pura curiosidade - em uma sala e se sentando em uma plateia bem intimista, poucas cadeiras, poucas pessoas, porta fechada, seu amor, um piano e um pianista... 

É tudo surpresa: em uma ruela escondida um grande espetáculo! Você sentado e essa música ressoando pela sala... êxtase de satisfação... Foi assim que me apaixonei pelo Etude-Tableau in D minor, Op.33 Nº 4. Numa tarde qualquer, em uma rua qualquer de uma linda cidade qualquer... 

Um raro momento no paraíso...

Feche os olhos e aproveite!!!

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Querer tudo...


"... queria mais. Queria tudo. E querer tudo é o mesmo que não querer nada." 
                                                                           Rosa Monteiro

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Domingo com Lutoslawski... quebra tudo meu cumpadiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...

Domingo passado resolvemos assistir a um concerto da Orquestra Sinfônica da USP (OSUSP) lá na Sala São Paulo, antiga Estação Júlio Prestes, um lugar lindo de dar gosto.

Como sempre, encontramos alguns espécimes bem peculiares [não tanto como nos concertos da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP) - nesses sim dá pra ver as velhas senhoras - aquelas que já morreram mas esqueceram de deitar no caixão - perambulando com todas as joias da família no pescoço].

Enfim, é sempre interessante ver a elegância - e também a falta de - do pessoal que frequenta esses concertos. Dependendo do dia da semana, aquilo pode parecer um desfile de coisas raras, ou pior...

Chopin
Mas enfim, deixando os frequentadores de lado, o Concerto, sob a regência do Maestro Wagner Polistchuk, apresentou peças de três poloneses: Frederic Chopin (1810-1849), Jan Ignace Paderewski (1860-1941) e Witold Lutoslawski (1913-1994). 

A primeira peça: Frederic Chopin. Polonaise, Op. 40, nº 01 em Lá Maior, Militar, 04', composta em 1838. Das três, a peça de Chopin - a mais antiga e mais curta - tinha um ar mais animado, quase Disney. Violinos e violoncelos ressoando harmonicamente pelo salão. Leveza e alegria em notas musicais. Me senti dentro daqueles desenhos que povoaram nossa infância, princesas em longos vestidos, castelos encantados, príncipes, pássaros risonhos e sapos saltitantes por entre bosques coloridos. Um alento aos ouvidos.

Paderewski
A segunda peça: Jan Ignace Paderewski. Concerto para piano em Lá Menor, Op. 17, 33', composta em 1888. O solista convidado foi o premiado Marian Sobula, um polonês bonachão de feições sorridentes. Apesar do brilhantismo do pianista, essa peça fez muitas pessoas desistirem de continuar no concerto. Depois do intervalo, vários dissidentes foram encontrados saindo do prédio. Uma peça devagar quase parando, que tirou muitos bocejos dos presentes [inclusive meus, muitos meus na verdade]. Foi agradável, mas sonolento...

No intervalo fomos obrigados a recorrer ao bom e velho café expresso. Nesse momento eu estava um pouco preocupada, afinal estávamos exatamente no meio da terceira fila - nas barbas do maestro, e nesse local qualquer cochilo pode ser facilmente notado pelos concertistas, atitude completamente contrária à boa etiqueta... e sinceramente eu não estava querendo dar um show à parte com roncos lancinantes em dó maior sustenido.

Lutoslawski
Mas enfim começou a terceira peça: Witold Lutoslawski. Concerto para Orquestra, 20', composta entre 1950 e 1954. Já de início, deu para notar que quem foi embora perdeu muito. De longe, essa foi a surpresa da noite. De repente estávamos dentro de uma alucinante perseguição policial. Dava para fechar os olhos e ver nitidamente, como num filme, aquela ação toda se desenrolando dentro da sua cabeça. Algum aflito tentando, desesperadamente, esconder-se dentro da mata. Escuridão. Almas atormentadas. Perturbação. Em alguns momentos cheguei a ficar sem fôlego. Se alguém se atrever a fazer um filme baseado nesse concerto, será sucesso na certa. Era tudo tão incrível e retumbante, que foi difícil não se assombrar e adorar.

Houve momentos em que tive certeza, Lutoslawski queria judiar dos instrumentos. Acho que enquanto compunha esse concerto, ele pensava: Agora é pra quebrar tudo!!!

Uma hora pensei que o pessoal do violoncelo iria levantar e quebrar os instrumentos como os roqueiros enlouquecidos. Os violinos não ficaram atrás. Até a crina do arco de um deles arrebentou. O pessoal da percussão então... pareciam que iriam furar os tambores. Bum, bum, buuuuuummmmmm.

Incrível!!! Dava gosto de ver e escutar...

Imagino que para os músicos deva ser uma verdadeira provação tocar uma peça desse estilo [contemporâneo segundo me disseram]. 

No saldo geral, Lutoslawski deu um show sim senhor, coisa linda de ver...

Só sei que quem não foi, devia ir... é de arrepiar os pelinhos da nuca.


.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Orgulho de ser brasileiro... Hummmmmmm...

(na Terra da Garoa num calor miserável, literalmente cozinhando no bafo...)

Brasileiro que é brasileiro não gosta de ninguém falando mal do Brasil, a não ser que o maldizente também seja brasileiro... Aí é só dar as mãos e reforçar a insatisfação nacional.

Pois é, eu não queria falar, mas não tem jeito. Minha indignação é tão grande que não dá pra ficar calada.

Para o ano de 2014, como preciso anotar inúmeros compromissos em local de fácil acesso (e gosto das coisas à moda antiga - papel e caneta), resolvi comprar a agenda anual da Moleskine, versão pocket. Muito bem, escolhida a agenda, lá vamos nós atrás da bendita... 

Livraria Cultura só tinha a versão 2013 - da qual eu não preciso - e a versão 2014 com um Jedai em relevo na capa - por módicos R$101,00 (uma fortuna!!!).

Livraria Saraiva só tem para venda online, e de capa vermelha, por mais módicos ainda R$ 129,00... ulalá...

Uma outra livraria, que até esqueci o nome, apresentou a agendinha pela pechincha de R$ 179,00... quase caí pra trás!!!

Puxa, como pode uma agendinha pocket ser tão cara???

Triste em razão do cenário nada promissor para o meu bolso, Luiz resolveu procurar a agenda no site da Amazon norte americana e tchanannnnnnnnn... Lá estava ela por US$ 16,71... o que convertendo para reais (cotação de hoje: R$ 2,30), equivaleria a R$ 38,43.

De mais de 100 para 38, já foi uma boa caminhada né?

Mas ainda temos o frete... Sei que ao todo a compra ficou em torno de US$ 24,00, o que equivale hoje a R$ 55,00. Dá pra acreditar???? Não!!!

Para uma agendinha, eu ainda acho R$ 55,00 bem salgadinho, mas eu estava de olho nela desde o ano passado e ela me acompanhará pelo o ano inteirinho... e mesmo importando a bendita da terra do Tio Sam, ainda assim pagarei mais da metade do preço que as lojas cobram aqui no Brasil para um produto que será enviado para minha humilde residência de avião via vôo internacional (a agenda é mais chic que eu)!!!! 

Essa é a hora de soltar aquele: Que puuuuuxa!!!

Porém, não quero dizer que isso tudo é somente culpa dos impostos, porque não é. Uma boa parte da culpa é sim da carga tributária (e põe boa nisso), mas a outra é de quem realmente acha que brasileiro tem um adesivo escrito "otário" colado bem no meio da testa.

É ou não é para se envergonhar de ser brasileiro???

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Loverboy: a missão...

Estava eu, linda e serelepe, passando atrás da Catedral da Sé, em São Paulo... e eis que recebo o panfleto mais bizarro que eu já vi na minha vida...

Essa hora pensei: O mundo está mesmo acabando...


Atrás da Igreja???

E o cara ainda é exigente... Pessoal da 3ª Idade não !!!

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Quer se organizar gastando quase nada???

Recebi do blog Vida Organizada, dicas incríveis de organização barata... É muita coisa que deixamos passar, enquanto poderíamos reaproveitá-las de forma útil. 

Assim, reproduzo aqui as 20 dicas que ela deu... e 01 minha: confiram o Vida Organizada, tenho certeza de que vocês irão adorar e aproveitar muita coisa...

20 DICAS FÁCEIS, BARATAS E INCRÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO

  1. Porta-guardanapos pode servir como posta-cartas na entrada de casa.
  2. Caixinhas de fitas K7 antigas podem ser usadas para guardar fones de ouvido na bolsa.
  3. Use rolos de papel higiênicos vazios para guardar rolos de papel de presente.
  4. Escorredor de pratos pode ser usado dentro do armário para organizar tampas de tupperwares, assadeiras etc.
  5. Sabe aquelas sapateiras baratas, de pendurar atrás da porta, vendidas em feiras livres? Você pode utilizá-las para guardar produtos de limpeza na área de serviço ou acessórios atrás da porta do banheiro.
  6. Use embalagens de ovos vazias para guardar miudezas, como bijouterias. O mesmo raciocínio vale para formas de gelo.
  7. Latas e embalagens de papelão vazias (como as de leite) podem ser limpas e usadas como porta-lápis, por exemplo.
  8. Sabe quando a gente compra um lençol ou jogo de cama e sobram aquelas embalagens plásticas com zíper? Você pode usá-la para guardar roupa íntima em malas de viagem ou, se tiver várias, usar para separar o lanche escolar do dia na geladeira, para os seus filhos. Basta pegar de manhã!
  9. Para levar dinheiro, chave e documentos em segurança para a praia, coloque-os dentro de um frasco vazio de protetor solar.
  10. Pinte a ponta das suas chaves com cores diferentes de esmaltes para identificar qual é qual.
  11. Use embalagens vazias de Pringles para guardar espaguete.
  12. Porta-talheres de gaveta podem ser usados para organizar as gavetas no escritório ou para guardar maquiagem.
  13. Caixas de madeira encontradas nos grandes mercados podem constituir uma estante, se colocadas umas em cima das outras.
  14. Use arames que vêm nas embalagens de pão de forma para amarrar os fios e deixá-los todos juntos.
  15. Coloque um pedaço de fita crepe em cada fio, próximo à tomada, e escreva nela a que aparelho aquele fio pertence.
  16. Sempre que comprar algo que venha dentro de uma caixa, encape-a e utilize-a como organizador para qualquer fim. As caixas de sapato são excelentes para isso, pois são estreitas. Guardam cintos, lenços, biquínis e muitas outras coisas.
  17. Cole um prendedor de roupas na parede com fita dupla-face e tenha um dispositivo para deixar recados.
  18. Faça uma lista de compras antes de ir ao supermercado, pois assim comprará menos, perderá menos alimentos e fará economia.
  19. Use objetos de armazenamento que você já tem em casa: caixas, vasos, canecas e outros citados neste post.
  20. Caixa de sabão em pó, se cortada, pode virar um porta-revistas. basta fazer um corte na diagonal, imitando aqueles porta-revistas vendidos em lojas.
Ninguém precisa de dinheiro para se organizar – você só precisa de criatividade!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Feriados de 2013

Bom, como todo bom trabalhador, sempre é bom saber o calendário de feriados do ano que se inicia, para poder, de forma adequada, organizar melhor os dias de descanso...

Assim...


DataComemoraçãoClassificação
1º de janeiro - terça-feira Confraternização Universal Feriado Nacional 
11 de fevereiro - segunda-feira Carnaval Ponto Facultativo
12 de fevereiro - terça-feira CarnavalPonto Facultativo 
13 de fevereiro - quarta-feira CarnavalPonto Facultativo (até as 14 horas) 
29 de março - sexta-feira Paixão de Cristo Feriado Nacional 
21 de abril - domingo TiradentesFeriado Nacional 
1º de maio - quarta-feira Dia Mundial do Trabalho Feriado Nacional 
30 de maio - quinta-feira Corpus Christi Ponto Facultativo 
7 de setembro - sábado Independência do Brasil Feriado Nacional 
12 de outubro - sábado Nossa Senhora Aparecida Feriado Nacional 
28 de outubro - segunda-feira Dia do Servidor Público Ponto Facultativo 
2 de novembro - sábado FinadosFeriado Nacional 
15 de novembro - sexta-feira Proclamação da República Feriado Nacional 
24 de dezembro - terça-feira Véspera de Natal Ponto Facultativo (após as 14 horas) 
25 de dezembro - quarta-feira NatalFeriado Nacional 
31 de dezembro - terça-feira Véspera de Ano-Novo Ponto Facultativo (após as 14 horas) 


















Mas como não podia deixar de ser, também é importante saber os feriados municipais, sendo assim:


Feriados MUNICIPAIS - SÃO PAULO:

Feriado: Aniversário de São Paulo

Data: 25/01/2013 - sexta-feira

Feriado: Revolução Constitucionalista de 1932
Data: 9 de julho - terça-feira

Feirado: Dia da Consciência Negra
Data: 20 de novembro - quarta-feira




segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

The Hobbit - O filme


Sim sim sim... Fomos ao cinema ver The Hobbit...

Não vou falar aqui da minha eterna insatisfação com os filmes baseados em livros do Tolkien. Na minha ignóbil opinião, são produções tão grandiosas, que a história se perde e só ficam as cenas e os efeitos especiais.

Mas ok ok ok, apesar dos pesares até gostei do filme, dei umas risadas, enchi os olhinhos de lágrimas, dá pra engolir... Mas a verdade é que não sou lá muito fã das batalhas da Terra-Média, elfos, batalha de anões, orcs, dragões ensandecidos, mas enfim... 

O Thorin é "sangui nus zóio"
No entanto, é claro que tem mais uma coisa que me deixou intrigada nessa história toda: o capitalismo selvagem e a certeza do estúdio de que somos idiotas!

Chegamos no cinema achando que seria um único filme, afinal... é um único livro, mas não... eles arrastaram tanto a história, que fizeram dela uma coisa elástica (teve uma hora que não aguentávamos mais ficar sentados na cadeira). Para se ter uma ideia, incluíram até cenas que não estão no livro pra quê? pra quê? pra quê?

Para fazer uma trilogia: afinal, para que 1 ingresso, se podemos pagar 3 ???  Ich will Geld!!!!

PALMAS PRA ELES !!!

OBS: Adorei a música que a Companhia dos Anões cantou na casa do Hobbit antes de irem embora e também a música que começa na entrada dos créditos...

Quem quiser conferir, postei o vídeo da música aí embaixo - a outra música eu não achei:

sábado, 8 de dezembro de 2012

Pastel de Feira... Yeahhhhhhhhhhhhhh...

Hoje estou sem assunto e fiquei matutando sobre o que eu poderia falar, aí cheguei num assunto muito gostoso: pastel. Pastel é uma das invenções mais deliciosas que existe, no mesmo patamar da pizza... afinal, quem não gosta de pastel?

O pastel pode ser só de vento que mesmo assim é gostoso. É impressionante o que aquela massa pode fazer pelo nosso paladar. 

Mas tem uma coisa que me intriga, por mais que o povo tente inovar, os melhores pastéis são sempre os da feira, lá da barraca do japonês. Não adianta, podem tentar imitar, mas não há nada igual como aquele pastel gostoso da feira.

Luiz e eu, enquanto morávamos lá no Rio Grande do Sul, procuramos saborear os pastéis sulistas, mas nenhum chegava aos pés do pastel paulista mais "chibunguinhas". 

Os pastéis lá são feios e arredondados, além disso ou tem recheio demais ou recheio de menos, eles nunca acertam. Geralmente, a gordura é sempre velha... um horror. 



Não comam pastéis no Rio Grande do Sul, principalmente numa pastelaria chamada Tio George (acho que é isso), o pastel lá é caríssimo e minúsculo, redondo e menor que a palma da minha mão... e olha que minha mão é pequena... É uma vergonha!!! Prometi pra mim mesma que esse safado do Tio George não me pega nunca mais!



Em minas, por exemplo, a comida é espetacular, acho que não tem comida melhor que a mineira, mas o pastel não é como os das feiras paulistas não, é diferente. 

No Rio de Janeiro, os cariocas tem a mania de fritar o pastel e deixar ele lá o dia inteiro esperando um comprador, e o sabor não é lá essas coisas...

Pois é, ainda me falta experimentar os pastéis do resto do país, mas me parece difícil encontrar um melhor que o da feira... Se tem um caldo de cana para acompanhar então... hummmmmmmmmmmm

Acho que fazer pastel é uma arte... o recheio tem que ser na medida certa, pois quando tem demais, dentro do pastel fica gelado, e quando se põe de menos, já sabemos, só comemos vento quente... apesar do pastel de vento também ser delicioso!

A fritura também tem que ser na medida exata, nem mais nem menos... muito branco a massa fica crua, muito queimado a massa fica dura... apesar de eu adorar um pastel quase queimado, assim como a carne do churrasco que precisa ficar que nem sola de sapato, aí eu gosto...

Afinal, apesar de servir o pastel queimado, reconheço que ele tem que ser douradinho, com pequenas bolhas de ar na massa e com o recheio na medida certa... 

Ai pastel, que maravilha!


sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Papai Noel dos Correios... Faça a sua parte!!! Seja o papai noel de uma criança que ainda acredita!!!

Esse ano eu resolvi fazer algo diferente...

Assistindo um vídeo na internet, descobri que os Correios está fazendo uma campanha muito legal: "Papai Noel dos Correios 2012".

A campanha é muito simples, as cartinhas das crianças para o Papai Noel são abertas e cadastradas, após são deixadas à disposição para aqueles que quiserem apadrinhar uma criança e ser o papai noel desse pequenino.

Movida pelo espírito natalino, como tinha que ir nos Correios enviar uma carta, já perguntei sobre essa campanha e eis que o atendente me entrega uma caixinha cheia de cartinhas de crianças.

Comecei a ler as cartinhas, são crianças esperançosas de toda parte. Muitas crianças pediam tablets, video game, x-box, computador, celular, bicicleta... realmente, presentes acima das minhas possibilidades...

Mas aí encontrei uma cartinha que apertou o meu coração...

Os Correios postarão os presentes gratuitamente até o dia 14 de dezembro. Então corram e façam sua parte... 

Seja o papai noel de uma criança que ainda acredita!!!


Teria sido melhor ver o filme do Pelé...



Chaves, oráculo da vida moderna, já disse tudo!!!

Tinha que ser o Chaves!!!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Niemeyer

Bom, agora é oficial... Niemeyer virou lenda...

Sei que pode parecer humor negro o que irei escrever, mas enfim... é mesmo!

Há algumas semanas, Luiz e eu passeávamos serelepes pelo MON - Museu Oscar Niemeyer em Curitiba. Enquanto apreciávamos a vista e divagávamos sobre o estado de saúde do arquiteto, eis que escuto uma pérola que merece ser reproduzida.

Claro que não foi exatamente nessas palavras, mas dizia exatamente o seguinte:

Toda vez que o Niemeyer vai para o hospital e o pessoal pensa que ele vai bater as botas, eis que ele olha para a galera e solta:
"Ráááááááááááá... Pegadinha do Malaaaaaaaandro"

Naquela altura, sim, Niemeyer vivia às voltas com pegadinhas do malandro, enganando os ávidos herdeiros e voltando todo pimpão para casa... over and over again...

Porém, como um dia tudo acaba, no último dia 05 a porta dos desesperados se fechou para sempre...

E como diria o Chaves... Já se foi o disco voador...

  

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Black Friday Brasil = Piada de mau gosto

Muito se alardeou por causa da cópia brasileira sem-vergonha de mais um costume norte-americano de consumo desenfreado. Afinal, nada melhor do que um capitalismo selvagem, não é mesmo???

As lojas prometiam descontos maravilhosos para consumistas anencéfalos desesperados: 

Compre, compre, compre... gaste inclusive o que você não tem, faça dívidas, estoure o cartão de crédito... compre, compre, cooooompre batom... 

Aí, para coroar essa cópia paraguaia brasileira do Black Friday, o Procon/SP anuncia que notificou mais de 7 empresas por causa de descontos maquiados: ou seja, como tem rolado por aí: Tudo pela metade do dobro.

E pior que teve gente que acreditou estar fazendo grandes negócios, compras magníficas, economia sem igual. Muito que bem... manda bala na fatura do cartão, meu amorrrrrrrrr...

Depois, tem ainda aqueles que acreditam no refrão daquela música do Legião: O Brasil é o país do futuro!!!

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Nada mais do que o tempo...

 O tempo passa... O tempo voa... E a poupança Bamerindus continua numa boooooaaaaaaa... 

Mas não... Nem a poupança Bamerindus foi capaz de vencer o tempo. Ele passa para todos implacável, não adianta chorar, espernear, barganhar... Ele passa...

Agora, quando os teimosos fios brancos insistem em povoar minha cabeça, como imigrantes fugindo da guerra, parece ficar ainda mais claro que o tempo passa mesmo, que não somos mais crianças... 

Meu irmão tem 40 anos... como assim??? 

Há pouco tempo, ele ainda me dava uns petelecos esporádicos e hoje já é pai de um pequerrucho de 6 anos, meu afilhado, que acabou de descobrir, semana passado, o significado de contra-mão...

O tempo passa mesmo... E com ele vamos ganhando experiência e paciência. Apreciando coisas pequenas, mas não menos importantes, momentos, instantes, palavras, olhares... 

É... o tempo passa...

   

sábado, 6 de outubro de 2012

Período pré-eleição...


Não sei, mas desconfio que o período pré-eleições é como uma prévia do inferno... As labaredas profundas não podem ser muito diferente disso!

É música ruim no último volume, pessoas que mal sabem escrever o próprio nome em letra de mão berrando em auto-falantes super potentes, panfletos de gosto duvidoso nos sendo empurrados goela abaixo, pessoas carregando sorrisos falsos (e por vezes, incompletos) por todos os lados.

Que venha logo a eleição, para que os bueiros deixem de receber papéis que causarão enchentes na próxima chuva torrencial na cidade da garoa.

Que venha logo a eleição, para que nossos ouvidos sejam feridos apenas com o som dos motores e buzinas de impacientes motoristas.

Que venha logo a eleição, para que nossos ouvidos não sejam mais brindados com promessas que não serão cumpridas jamais.

Que venha logo a eleição, para que a falsa ilusão de esperança logo se desfaça, deixando-nos voltar para nosso cotidiano ajustado à realidade intranquila.

Que venha logo a eleição de uma vez por todas, para que desta forma eles possam colocar suas mãos cheias de dedos em nossos bolsos furados, arrancando o que não temos mais...

Que acabe logo esse inferno na terra... quem sabe conseguiremos voltar a pensar!!!

segunda-feira, 2 de julho de 2012

iPhone e o dólar...



Tem momentos em que preciso segurar minha língua...

Acabei de presenciar a seguinte cena:
Fulana 1: "Acabei de saber que meu filho comprou dois jogos no iPhone de U$99 cada" Fulana 2: "Ha ha"
Fulana 1: "Por que você ri da desgraça dos outros?"
Nessa hora, cocei para não me manifestar... Me deu uma vontade louca de dizer:
"Se você dá um iPhone para uma criança, deve estar preparada para as conseqüências, gracinha!!!
Já que é iPhone, nada melhor do que em dólar..."
Vocês sabem né? As crianças são o futuro do planeta! Ai que medo...

domingo, 27 de maio de 2012

Debaixo daquelas asas...

Ao adentrar no mundo de Nathaniel Hawthorne, o escritor de A Letra Escarlate, um trecho em específico me pareceu bastante interessante, um retrato fiel de algo tão presente e, ainda assim, tão abstrato:
"Acima da entrada paira um enorme exemplar da águia americana, de asas abertas, com um brasão estampado no peito e, se bem me lembro, um punhado de raios e flechas serrilhadas em cada garra. Com a proverbial inconstância de temperamento que caracteriza essa ave infeliz, ela aparenta, a dizer pela austeridade do bico e dos olhos e pela truculência geral de seu aspecto, estar tramando alguma maldade para a infensiva comunidade local; e parece, em especial, alertar a todos os cidadãos, em nome da segurança dos próprios, que não adentrem o recinto que abarca a sombra das asas. Todavia, por mais maliciosa que pareça, muitas pessoas tentam, neste exato momento, abrigar-se sob as asas da águia federal; imaginando, segundo penso, que seu seio oferece toda a maciez e o conforto de um travesseiro de froxel. Mas a águia não tem muita ternura sequer quando está de bom humor, e, mais cedo ou mais tarde - e na maioria dos casos cedo, e não tarde -, tende a afastar de si os próprios filhotes, seja com as garras, com uma estocada do bico ou uma ferida profunda causada pelas flechas serrilhadas."

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Não é que é...

"Não estrague o que você tem pensando naquilo que não tem. Mas lembre-se que as coisas que você tem agora eram antes aquelas que você anseava." – Epicuro (filósofo grego)

terça-feira, 13 de março de 2012

Imaginem a cena...


Hahahaha...
Hoje eu até chorei de rir. Escutei o nome de um procedimento médico que eu jamais imaginei que existisse...
Imaginem a cena:
Prostatectomia a céu aberto
Hahahahahahahahahahahaaaaaaaaa
Acho que eu não gostaria de ver uma cirurgia de prostatectomia a céu aberto!!!!



.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

O Socialismo funcionaria ???



Pensando sobre esse assunto, descobri uma experiência socialista realizada em 1931 por um professor da Universidade do Texas  Tech que disse nunca ter reprovado um só aluno antes, mas que havia, uma vez, reprovado uma classe inteira.

Essa classe em particular havia insistido que o socialismo realmente funcionava: ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e 'justo'.

O professor então disse: "Ok, vamos fazer um experimento socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas."

Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam 'justas'. Isso quis dizer que todos receberiam as mesmas notas, o que significou que ninguém seria reprovado. 


Isso também quis dizer, claro, que ninguém receberia um "A"...

Depois que a média das primeiras provas foi tirada, todos receberam "B". Quem estudou com dedicação ficou  indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes com o resultado.  Quando a segunda prova foi aplicada, os preguiçosos estudaram ainda menos - eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Aqueles que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se aproveitariam do trem da alegria das notas. 

Portanto, agindo contra suas tendências, eles copiaram os hábitos dos preguiçosos. Como um resultado, a segunda média das provas foi "D".

Ninguém gostou.


Depois da terceira prova, a média geral foi um "F".

As notas não voltaram a patamares mais altos, mas as desavenças entre os alunos, buscas por culpados e palavrões passaram a fazer parte da atmosfera das aulas daquela classe. A busca por 'justiça' dos alunos tinha sido a principal causa das reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer parte daquela turma. No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto da sala. Portanto, todos os alunos repetiram o ano... para sua total surpresa.


O professor explicou que o experimento socialista tinha falhado porque ele foi baseado no menor esforço possível da parte de seus participantes. Preguiça e mágoas foi seu resultado. Sempre haveria fracasso na situação a partir da qual o experimento tinha começado."Quando a recompensa é grande", ele disse, "o esforço pelo sucesso é grande, pelo menos para alguns de nós. Mas quando o governo elimina todas as recompensas ao tirar coisas dos outros sem seu consentimento para dar a outros que não batalharam por elas, então o fracasso é inevitável."


"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade. Cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber. O governo não pode dar para alguém aquilo que não tira de outro alguém."


Quando metade da população entende a ideia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.


É impossível multiplicar riqueza dividindo-a."


Adrian Rogers, 1931

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Feriadão abençoado!!!


Impressionante como os dias que antecedem feriados são tensos! É uma loucura generalizada. É o trabalho da semana inteira que precisa ser feito em uma quantidade menor de dias, são os preparativos de viagens, é o trânsito maluco da cidade grande...

Todos parecem enlouquecer momentaneamente para depois gozar do merecido descanso.

Minha semana foi um inferno, trabalho atrás de trabalho, muita coisa, pouco braço... Stress, colegas de trabalho derramando lágrimas de tensão... Uma loucura, mas hoje a calmaria... ouvindo música até a madrugada, acordando a hora que quiser (apesar de eu ter acordado 7:23h - o corpo pediu)...

Não quero fazer inveja, mas hoje farei ovos de páscoa artesanais. Vamos para a casa da sogra picar e derreter chocolate, depois jogar nas formas, colocar na geladeira, esperar endurecer, embalar e comer... ui ui ui... que coisa boa.

Chega de pós-graduações por esses dias, penso nisso na semana que vem. Nos próximos 4 dias quero descansar, relaxar, ouvir música, comer chocolate, passear... 
  
Alguém tem alguma sugestão melhor???

quarta-feira, 9 de março de 2011

Mil desculpas . . .

Ultimamente tenho andado tão atarefada, que mal me sobra tempo para escrever no blog... são muitas ideias, mas pouco tempo para colocá-las em prática... imperdoável...

Agora sei que ficará ainda mais complicado, em razão de duas pós que inventei de fazer, mas mesmo assim tentarei me redimir... 

Vamos que vamos pessoal... agora não tem mais desculpa, o carnaval acabou e o Brasil começa a funcionar... Será?



.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Related Posts with Thumbnails